top of page

Breno Higino Mello

Atualizado: 24 de jul. de 2023


Breno Higino Mello foi jogador e ator, nascido em Porto Alegre em 7 de setembro de 1931. Veio a falecer na mesma cidade, no dia 11 de julho de 2008, deixando cinco filhos e 12 netos.


A carreira futebolística de Breno Mello foi marcada pelas passagens pelo Fluminense do Rio de Janeiro e Corinthians (1957). Mello começou no São José, time da capital gaúcha. Logo em seguida transferiu-se para Grêmio Esportivo Renner, onde foi campeão em 1954 desbancando a dupla Gre-Nal, time tradicional do cenário do futebol gaúcho. Uma curiosidade: Breno morou no bairro Niterói, em Canoas, no mesmo período em que Paulo Roberto Falcão e Batista, ambos jogadores que, mais tarde, seriam grandes estrelas do Sport Club Internacional de Porto Alegre.


Breno Mello foi ator, ainda quando defendia o Fluminense do Rio. Ele foi descoberto pelo diretor Marcel Camus e acabou atuando como protagonista, interpretando o personagem título do filme, Orfeu, baseado na peça homônima de Vinícius de Moraes. O filme foi rodado em 1959, contou com a trilha refinada de Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Luiz Bonfá e Antônio Maria. O Orfeu do Carnaval ganhou inúmeros prêmios, entre os quais a Palma de Ouro em Cannes, em 1959, o Globo de Ouro e o Oscar de filme estrangeiro em 1960.

Breno Mello ainda jogaria por mais um tempo no Santos de Pelé. Reza uma lenda que Mello teria pago vários almoços para rei devido ao seu “pão durismo”, mas acabou decidindo continuar na carreira no cinema. Participou nas seguintes produções além de Orfeu: Os Vencidos (1963), Rata de Puerto, também de 1963, e O Santo Módico (1964). Em 1973, participa do filme Negrinho do Pastoreio (dirigido por Nico Fagundes) ao lado de Grande Othelo e, em 1988, participa da produção Prisioneiro do Rio.


Uma curiosidade acerca do nome de Breno Mello e do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Essa curiosidade foi especulada pelo escritor Fernando Jorge em seu livro Se não fosse o Brasil, jamais Barack Obama teria nascido. Segundo Fernando Jorge, a mãe do ex-presidente, a antropóloga Stanley Ann Dunham, quando assistiu ao filme Orfeu, teria ficado maravilhada com o seu primeiro filme estrangeiro e se apaixonou pelo ator Brenno Mello. Quando conheceu Barack Hussein Obama, pai do ex-presidente, ela o teria achado parecido com Mello. Ficaram casados por 23 anos.




Referências


BERTONI, Estêvão. Orfeu foi negro e jogador de futebol. Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 jul. 2008. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1507200816.htm. Acesso em: 23 de maio. 2023.


BRENO Mello. In: WIKIPEDIA: the free encyclopedia. [S. l.], 20 nov. 2022. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Breno_Mello. Acesso em: 23 de maio. 2023.


BRENO Mello. In: 3º Tempo Uol. [S. l.], 5 nov. 2018. Disponível em: https://terceirotempo.uol.com.br/que-fim-levou/breno-mello-2458. Acesso em: 23 de maio. 2023.


OBAMA é "quase" brasileiro. In: Correio Braziliense. [S. l.], 5 jun. 2010. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2010/06/05/interna_diversao_arte,196187/obama-e-quase-brasileiro.shtml. Acesso em: 23 de maio. 2023.






38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page